'Absolutamente tranquilo', diz Renan Filho sobre nova fase da Lava Jato - Sertão News 24 Horas

Sertão News 24 Horas

Portal de noticias de Mata Grande-AL

Post Top Ad

PUBLICIDADE:












'Absolutamente tranquilo', diz Renan Filho sobre nova fase da Lava Jato

Operação da PF teve como alvo pessoas ligadas ao governador de Alagoas.
Mandados são baseados na delação premiada da empreiteira Odebrecht.


O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), falou que está tranquilo com relação a mais uma fase da operação Lava jato, deflagrada na terça-feira (21) com base nas delações da Odebrecht, que teve como alvos pessoas ligadas a ele e a cinco senadores. Ele falou sobre o caso nesta quarta-feira (22), antes do lançamento do Programa Criança Feliz.

“Estou absolutamente tranquilo. As minhas contas de campanha foram devidamente aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e eu sempre pautei a minha vida pela probidade na conduta pessoal e na conduta administrativa”, disse Renan Filho.

Ainda sobre as investigações, ele disse esperar que os fatos sejam esclarecidos. “Eu sou o maior interessado na mais profunda investigação, capaz de elucidar todos os fatos, mas também de não cometer injustiças. E é isso o que acho que deve ocorrer nos próximos meses e estou aguardando com toda a tranquilidade”, diz Renan.

A operação foi batizada de Satélites porque os principais suspeitos estão na órbita de políticos, são pessoas ligadas a eles. Por isso, foi o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, que autorizou as buscas a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

A Polícia Federal cumpriu 14 mandados: em Maceió, no Rio, em Salvador, no Recife e em Brasília. Na operação, os investigadores foram atrás de provas sobre corrupção e lavagem de dinheiro. Em Maceió, foram cumpridos dois mandados, segundo o superintendente da PF em Alagoas, Bernardo Gonçalves.

Foram apreendidos documentos, HDs, pen drives, smartphones e outras mídias digitais. "O material aprendido será encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal em Brasília", afirma Gonçalves.

Também foram cumpridos mandados contra empresários ligados aos senadores Renan Calheiros, Eunício Oliveira e Valdir Raupp do PMDB; Humberto Costa (PT) e Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Em relação a Renan Calheiros, a procuradoria descreve, com base em delações de executivos da Odebrecht, pagamento de propina de R$ 500 mil na obra do canal do Sertão alagoano. A delação também aponta pagamentos para Renan Filho. O dinheiro, R$ 829 mil, seria para a campanha dele via diretório nacional do PMDB.

Por meio de nota, a defesa de Fernando Bezerra diz que desconhece qualquer menção ao nome do senador na operação realizada hoje e afirma que não houve mandado de busca relacionado ao parlamentar.

"A defesa reforça que Fernando Bezerra continua, como sempre esteve, à disposição das autoridades para todo e qualquer esclarecimento e oferta de informações para comprovar – a exemplo do que foi demonstrado de forma cristalina na peça completa de defesa já apresentada ao STF (em fevereiro) – que os atos do parlamentar são lícitos. A defesa do senador observa que nestes 35 anos de vida pública de Fernando Bezerra Coelho não há qualquer condenação em desfavor do parlamentar", diz um trecho da nota encaminhada ao G1.

Programa Criança Feliz

O lançamento do programa Criança Feliz aconteceu no Centro Cultural de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió. Além de Renan Filho, o evento contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, e gestores municipais.

A proposta é o acompanhamento nos primeiros anos de vida de crianças em situação de vulnerabilidade social. O ministro disse que ele deve atender de 60 a 80 mil crianças com até três anos de idade. Dos 86 municípios alagoanos aptos a receber o programa, 84 realizaram todos os procedimentos, o que representa 97% de adesão.

“É um programa que trabalha as competências, as habilidades e a inteligência das crianças. A gente sabe que é nos primeiros mil dias de vida que a criança bem estimulada desenvolve as competências para aprender melhor na escola, inclusive ter um futuro com uma profissão melhor remunerada”, falou.

A primeira-dama do Estado, Renata Calheiros, coordena o Comitê da Primeira Infância de Alagoas e é interlocutora do programa com o governo federal. "Usamos diretrizes similares, seguindo padrões mundialmente de cuidados com a primeira infância, além de adotarmos a intersetorialização. O Criança Feliz chega no momento importante para formação das futuras gerações", disse.


Fonte: G1 AL