19 pessoas são presas em operação contra suspeitos de tráfico de drogas em Alagoas e mais dois estados. - Sertão News 24 Horas

Sertão News 24 Horas

Portal de noticias de Mata Grande-AL

Post Top Ad

PUBLICIDADE:












19 pessoas são presas em operação contra suspeitos de tráfico de drogas em Alagoas e mais dois estados.



Ação também acontece em Pernambuco e São Paulo. No total, 19 pessoas foram presas e uma morreu durante uma troca de tiros com a polícia.


Uma operação da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) realizada desde a madrugada desta quinta-feira (18) cumpre mandados de prisão contra integrantes de uma facção criminosa nos bairros do Trapiche da Barra e Benedito Bentes, em Maceió.

Segundo a polícia, a ação também está acontecendo em Pernambuco, na cidade de Agrestina, e em São Paulo, no município de Mirandópolis. No total, 19 pessoas foram presas, quatro delas fora do estado, e uma morreu durante uma troca de tiros com a polícia.

De acordo com a SSP, o suspeito morto em confronto foi identificado como Felipe Gomes dos Santos, vulgo "Nava". As investigações identificaram 28 pessoas envolvidas com uma facção criminosa e que comandam a comercialização ilícita, partindo da cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas.

Ao todo, estão sendo cumpridos 24 mandados de prisão e mais quatro representações para pessoas que já se encontram no sistema prisional, e que também são suspeitas de integrar a organização criminosa.

Cinco armas foram apreendidas, sendo três espingardas e dois revólveres. Os presos estão sendo levados para a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), na Mangabeiras, em Maceió.

Ainda segundo a SSP, a operação comandada pelo secretário Lima Júnior, foi nomeada como “Medusa”, porque a organização age sob o comando de uma mulher, identificada como Ivone Francisca Ferreira, 39. Ela teria assumido o tráfico em lugar de José Edilson, preso em São Paulo e considerado o “poderoso chefão“.

Participam da ação policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Radiopatrulha (RP), dos 1º e 3º Batalhões (BPM), da 1ª CIA Independente de São Miguel dos Campos (1º Cia), da DRN, com o Grupamento e apoio das polícias de Pernambuco e São Paulo para os alvos nos dois estados.








Fonte: G1 AL