Estudante de Arquitetura utiliza no seu Trabalho Final de Graduação a requalificação do Hospital de Mata Grande - Sertão News 24 Horas

Sertão News 24 Horas

Portal de noticias de Mata Grande-AL

Post Top Ad

PUBLICIDADE:












Estudante de Arquitetura utiliza no seu Trabalho Final de Graduação a requalificação do Hospital de Mata Grande


Da Redação do Site Sertão News 24 Horas

Por Ricardo Lima


Janmys Gregory é discente do curso de Arquitetura e Urbanismo na Unit/AL. A defesa do TFG (Trabalho Final de Graduação), aconteceu nesta quinta-feira (25), via webconferência.

O estudante utilizou o tema: Concepções de espaços hospitalares sob o olhar de uma arquitetura disruptiva: estudo preliminar de requalificado do hospital de Mata Grande, Alagoas.
O jovem arquiteto se inspirou na revitalização da Unidade Mista Joaquim Paulo Vieira Malta, devido à grande estrutura que o local oferece. Durante a pesquisa de campo, foram feitas várias medições nas áreas internas e externas da Unidade. O intuito é colaborar com a mudança na vida das pessoas de sua cidade natal. Além do hospital, o Prédio da Cadeia Pública e Casa de Câmara, também recebeu uma proposta de requalificação.
A apresentação contou com um pequeno resumo, veja:
O hospital do futuro busca reunir circunstâncias de bem-estar à atendimento médico que promova mais do que a cura da doença, mas uma experiência menos desagradável. Este trabalho apresenta um estudo preliminar de requalificação para o Hospital de Mata Grande/AL com o objetivo de retomar a competência da instituição ao atendimento global do paciente, pois, atualmente, encontra-se em funcionamento apenas como uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) pela falta de incentivos públicos. A casa de saúde não passou por nenhuma reforma significativa desde sua inauguração, provocando a ociosidade de diversos ambientes, como a desativação do centro cirúrgico, acarretando com que o local deixasse de ser um Hospital Regional, que proporciona atendimentos e internamentos mais complexos para a população da microrregião Serrano do Sertão alagoano. Para um maior embasamento foram realizadas pesquisas bibliográficas, envolvendo artigos, teses de mestrado e doutorado, normas técnicas que norteiam tema e diversas fontes sobre a evolução das instituições hospitalares ao longo da história. Para o projeto considerou-se também a importância da humanização hospitalar e da influência da edificação durante o processo de cura do paciente, com ênfase na concepção de novos espaços sob o olhar de uma arquitetura disruptiva. Assim, a proposta buscou, além de suprir a necessidade da população, um prédio que garantisse a integração com o ambiente externo e espaços disruptivos, obtendo uma arquitetura com ruptura da abordagem dos hospitais convencionais, explorando a sensação de bem-estar dos enfermos com práticas inovadores de arquitetura para este tipo de estabelecimento.

Palavras-chave: Arquitetura Hospitalar; Arquitetura Disruptiva; Hospital do futuro.