Após 12 dias internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular em Recife, morreu a veterinária Pryscila Andrade, 31 anos, que havia sido internada após consumir o peixe arabaiana, conhecido como Olho de Boi.

Pryscila e a irmã Flávia Andrade, 36 anos, consumiram o peixe e adquiriam a “Sindrome de Haff”, conhecida como doença da urina preta, no dia 16 de fevereiro. Elas estavam internadas no Hospital Português, no bairro do Paissandu, na área central de Recife.

Flávia apresentou melhora e recebeu alta médica, já Pryscila não resistiu e morreu. A morte da veterinária foi confirmada pela família, nesta terça-feira, 02



Por Estadão Alagoas