Aos 90 anos, completados em junho, JL enfrentava as complicações decorrentes da Covid-19. Ele estava internado já há algumas semanas em um hospital da parte alta de Maceió.

Industrial do setor sucroalcooleiro – além de empresário de vários setores do comércio -, JL foi suplente de senador e deputado federal pelo estado de Alagoas.

Em 2006, foi candidato ao governo do Estado, mas perdeu a eleição para Téo Vilela.

Nos últimos anos, estava afastado das atividades empresariais – com a falência da Usina Laginha – e políticas.

 

Fonte - Blog do Ricardo Mota